Associação Desportiva da Estação

Promoção dos Valores Éticos no Futebol e na Sociedade

 

Projeto de Ética Desportiva
Colecionar Boas Práticas

 

Resumo


Este projeto tem como objetivo promover os valores da ética desportiva a todos os intervenientes ligados ao futebol de formação. Sendo os pais/encarregados de educação um desses intervenientes, é importante transmitir os comportamentos e atitudes necessárias para que haja uma prática desportiva saudável. É cada vez mais notório a problemática dos pais no nosso país, onde estes por vezes têm comportamentos incorretos e antiéticos.
Assim, este projeto visa a criação da “Caderneta: Coleciona Boas Práticas”, para que os próprios atletas tentem regular comportamentos inadequados que os seus pais possam vir a realizar. Com isto, os atletas também vão percecionar os valores que devem existir no desporto, criando assim modos de estar e comportamentos positivos, que deverão levar para o resto da sua formação desportiva.


Introdução


Diariamente é cada vez mais frequente o contacto das pessoas com o futebol, pois é um dos desportos mais praticados em todo o mundo. É praticado por miúdos e graúdos, do simples futebol de rua ao futebol profissional. Sabemos que o sonho de muitas crianças é chegar ao mais alto nível do futebol profissional, mas para isso poder vir a acontecer é necessário muito esforço, dedicação e a perceção de valores importantes para a prática desportiva.


A importância do futebol de formação


O desporto de formação e neste caso, o futebol de formação, tem uma grande dimensão na aquisição de valores e princípios do atleta, enquanto pessoa e jogador. Os jovens ao longo do seu percurso pelos vários escalões de formação, vão adquirindo um desenvolvimento não só físico, mas também psicológico, ajudando assim no desenvolvimento global da criança.
O futebol de formação é um espaço onde para além de incentivar um estilo de vida saudável, permite à criança adquirir valores como o espírito de equipa, responsabilidade, disciplina, respeito, dedicação, amizade, entre vários outros, através do relacionamento com os diversos intervenientes do jogo.
Com isto, percebemos que o treinador tem um papel fundamental, pois é o líder do processo que a criança percorre através dos escalões de formação.


A participação dos pais na prática desportiva dos seus filhos


Compreendemos que os principais responsáveis pelo desenvolvimento e processo de formação da criança, serão sempre os seus pais.
Estes podem influenciar os seus filhos de uma forma positiva promovendo o seu divertimento. Mas também podem influenciar de uma forma negativa, podem ser a causa do desinteresse, da insatisfação e possível abandono da modalidade desportiva.
Os jovens podem sofrer por parte dos seus pais uma pressão negativa, onde o atleta sente que não tem um nível de performance correspondente às expectativas do seu encarregado de educação.
Além disso, é frequentemente observado através das redes sociais por exemplo, que muitos pais não tem os comportamentos mais adequados durante os treinos e jogos dos seus filhos. Por vezes criticam o adversário, ou o árbitro da partida, gritam várias vezes apelando para que o seu filho entre em campo, ou jogue de certa forma.
Os pais devem ter consciência que os seus comportamentos estão sob o olhar dos seus filhos, não só quando estão na bancada, mas como no quotidiano. Sendo assim importante refletir sobre os comportamentos a tomar.


O Projeto


Com o propósito de promover os valores da ética desportiva no clube, a Associação Desportiva da Estação criou o projeto designado por “Colecionar Boas Práticas”.
O projeto funcionará do seguinte modo:
1. Realização de uma reunião para os pais e encarregados de educação, com o Departamento de futebol (coordenador, diretores responsáveis, treinadores), onde será explicada a importância dos valores éticos no desenvolvimento do atleta exibindo também exemplos negativos daquilo que não deve acontecer.
2. Será apresentado o “Regulamento de Boas Práticas” do clube, para realçar as regras definidas no início da época desportiva.
3. Apresentação da caderneta “Coleciona Boas Práticas”, sendo explicada a forma como esta funciona.
4. Aquisição das cadernetas por parte dos pais e encarregados de educação interessados.
5. Atribuição de selos para colocar na caderneta, ao longo da época desportiva.
6. Sorteio de prémios para quem completar a caderneta.
O projeto decorrerá entre janeiro 2022 e junho 2022, visto que é um projeto piloto, para depois continuar nas próximas épocas desportivas. A realização da reunião de pais será no princípio de janeiro 2022. A partir desta altura inicia-se a atribuição dos selos para colocar na caderneta. O preenchimento da caderneta irá decorrer durante o período definido anteriormente (Anexo 1).
Este projeto destina-se aos escalões de petizes aos infantis por serem os escalões que podem corrigir atempadamente comportamentos anómalos.
As redes sociais e o website do clube vão servir de meio de divulgação do projeto.
Os gastos para a elaboração das cadernetas (encadernação e impressão), é de 5€ cada unidade.


Objetivo da Caderneta


O projeto nasce através daquilo que é um problema presente no futebol português, nomeadamente no futebol formação. Como já foi referido ao longo do projeto, é importante promover os valores éticos àqueles que serão os proponentes do mesmo, pais e atletas do nosso clube, para que estes percebam a sua verdadeira importância.
Assim, seguindo uma perspetiva de reconhecimento pela positiva, a criação da caderneta surge com o propósito de tornar o incentivo às boas práticas algo frequente, e que esteja presente ao longo da época desportiva.
Com este objetivo a caderneta beneficia os atletas cujos pais tenham comportamentos corretos, através da receção de um selo, fazendo assim com que os intervenientes se recordem dos bons comportamentos a realizar. A mesma irá permitir um registo mais preciso daquelas que são as ações positivas por parte dos pais.
É atribuída uma caderneta a cada atleta e esta representa-o a si e ao seu encarregado de educação. Após a finalização do preenchimento da caderneta o atleta e o pai/encarregado de educação ficam habilitados a participar no sorteio.
Com isto, é esperado que as crianças tentem de alguma forma regular os comportamentos dos seus pais, para que assim consigam mais selos. Tornando-se assim também um bom motivo de competição saudável entre colegas de equipa.


Características


A caderneta é composta com um pequeno texto onde são mostrados alguns comportamentos que os pais devem ter. Esta tem na capa identificação de cada atleta. É constituída também pelo espaço para a colocação dos selos, e pelas regras de funcionamento da atribuição dos mesmos (Anexo 2).
O sistema de atribuição de selos irá funcionar da seguinte forma: para receber 1 selo verde, os pais terão de estar presentes em jogos ou treinos 7 vezes por mês, mostrando também um comportamento que promova os valores da ética desportiva. Se este comportamento não se comprovar, não é atribuído o selo ao respetivo atleta. Caso o comportamento seja considerado antiético atribui-se um selo vermelho, não podendo assim participar no sorteio final.

 

Conclusão


Com a “Caderneta: Coleciona Boas Práticas” espera-se que a mensagem sobre os valores éticos e a importância dos mesmos passe para os atletas e aos seus respetivos pais/encarregados de educação, criando assim comportamentos corretos para uma prática desportiva saudável.